Bill Shankly, 100 anos

2 de setembro de 1913

Bill Shankly, 100 anos

Torcedores, jogadores, técnicos, dirigentes, jornalistas, juiz e bandeirinhas, gandulas ou seguranças. Não importa.

Quem esteve no Anfield, de alguma forma, prestou homenagem a ele.

E ele estava lá.

No lindo mosaico formado no lendário Kop, a “geral” de Anfield, nas faixas e bandeiras espalhadas entre os 44 mil torcedores presentes ou na estátua em frente ao estádio, ele celebrou a vitória por 1 a 0 sobre o rival mais ferrenho, o Manchester United.

Hoje, comemora o primeiro lugar no campeonato.

Porque, como bem disse, “Se você é o primeiro, é o primeiro. Se é o segundo, não é nada.”

No último domingo, a casa do Liverpool pulsou para relembrar Bill Shankly.

Técnico e autor das melhores frases sobre o futebol, uma delas, a definição definitiva.

E que dá muito bem a medida de como ele viveu, respirou e amou o esporte mais popular do planeta.

“Algumas pessoas acreditam que futebol é questão de vida ou morte. Fico muito decepcionado com essa atitude. Posso garantir que futebol é muito, muito mais importante.”

O escocês também foi muito, muito mais que um técnico.

“Bill Shankly é, possivelmente, o personagem mais famoso da história do Liverpool Football Club”, diz o primeiro parágrafo do texto sobre ele, no site oficial do clube inglês.

Mais do que os 15 anos, os 783 jogos, as 407 vitórias ou os 10 títulos, Shankly ganhou os corações da torcida do Liverpool, e não só do Liverpool.

Cativante, debochado, engraçado, inteligente e, acima de tudo, apaixonado pelo futebol. Impossível não ser fisgado pela história desse cara.

História que começou em 2 de setembro de 1913, na pequena vila de Glenbuck, no sul da Escócia, teve capítulos difíceis, como a Segunda Guerra Mundial, na qual esteve com a Royal Air Force (RAF), a Força Aérea Britânica, e outras tantas páginas felizes, em geral ligadas ao futebol.

Os irmãos jogavam e assim Bill seguiu o mesmo caminho, com brilhos esporádicos. Defensor vigoroso, chegou a atuar pela seleção da Escócia em 12 partidas, cinco oficiais. “É fantástico. Você olha para aquela camisa e o leãozinho olha para você e diz ‘Vai lá e dá uma lição naqueles ingleses!’”.

Em 1949, aos 36 anos, Shankly foi do campo para o banco. Na beira do gramado, foi único.

Transformou o Liverpool em grande.

Tirou o clube da segunda divisão para vencer três títulos do Campeonato Inglês (1964, 1966 e 1973), duas taças de FA Cup (1965 e 1974), a Copa da Inglaterra, além da Copa da UEFA, em 1973.

Assim, construiu a base para o clube se tornar uma máquina de conquistar taças, na Inglaterra e na Europa, principalmente na década de 1980.

“Eu estava no jogo pelo amor ao futebol – e quis trazer a felicidade de volta às pessoas de Liverpool”.

Ao final da vitória-tributo dos Reds, o Anfield cantou em uníssono “You’ll Never Walk Alone”.

Você tem razão, caro Shankly.

É muito, muito mais importante.

Veja homenagem para Bill Shankly antes de Liverpool 1 x 0 Manchester United:

Fontes:

– liverpoolfc.com

– Wikipedia

– trivela.uol.com.br

– fifa.com

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s