Morre Araken Patusca, ídolo do Santos

Há 25 anos… dia 24 de janeiro de 1990.

Morre Araken Patusca, ídolo do Santos

Araken Patusca, com sangue santista e alma goleadora 

POR VALDOMIRO FERREIRA NETO*

Araken Patusca está nas brumas do futebol. Houve história, e muita, no Santos pré-Pelé. Nas pouco mais de quatro décadas que antecederam a entronização do Rei maior, houve, de fato, outra majestade. Ela teve alma, sangue, ou, como modernamente nos acostumamos a repetir, DNA santista. A genealogia não é miúda. O pai, Sizino, foi o primeiro presidente do clube, no biênio 1912/13). O irmão, Ary Patusca, foi também importante atleta do Peixe, goleador, tendo atuado antes de Araken. Um primo, Arnaldo Silveira, fez nada menos que o primeiro gol do glorioso Alvinegro Praiano, contra o Santos Athletic Club. Por fim, Siriri, companheiro de ataque, era seu cunhado.

Desse emaranhado íntimo, Araken desvencilhou-se para ter pedigree próprio. Contam as centenas de almanaques que era veloz e goleador. Oitavo maior artilheiro do clube, com 177 gols – próximo do ponta-esquerda Edu -, do seu período só é desbancado por Feitiço, que foi às redes 214 vezes. Com ele, aliás, integrou a turma do primeiro momento notório do clube. O ataque dos cem gols, de 1927. Os santistas que gostam de se embrenhar nos tempos sabem bem que se a linha consagrada batuca a todo momento Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe, houve outra, nos anos priscos, que encheu os olhos: Siriri, Camarão, Araken, Feitiço e Evangelista. Ironia das ironias, o quinteto não faturou o Paulista de 27, mas a marca centenária incrustou-se na memória. Dela, Araken teve participação com 31 gols em 16 partidas. Contra o Ypiranga, foi autor de sete no massacre por 12 a 1. O recorde só seria esmigalhado por ninguém menos que Pelé, 37 anos depois, em 1964, quando o 10 mais famoso do mundo fez oito na goleada por 11 a 0 sobre o Botafogo de Ribeirão Preto.

As conexões que a carreira de Araken fez com o Santos são múltiplas. Vejam que foi Urbano Caldeira, figura imponente, a ponto de, mais tarde, ter dado nome ao estádio da Vila Belmiro, quem, então técnico, o colocou em campo pela primeira vez, com tenros 15 anos. O garoto fez quatro gols no empate por 5 a 5 com o Jundiaí e iniciou sua trajetória robusta, que não se restringiria ao Santos. Em 1925, foi cedido ao tradicional Paulistano, que partiria em excursão para a Europa. Nesse tour, jogou ao lado do mítico Arthur Friedenreich, que muitos colocam no mesmo panteão de Pelé e Leônidas da Silva. Foi nesse périplo que recebeu dos franceses o apelido de Le Danger (O perigo), pela velocidade e astúcia. No fim dos anos 1920, defenderia o São Paulo da Floresta, precursor do São Paulo Futebol Clube.

Por essas conjurações do destino, voltaria ao Peixe para ser campeão. E não foi um título qualquer. Em 1935, o clube amealhou seu primeiro Campeonato Paulista, derrotando na final o que se tornaria seu maior rival, o Corinthians. O 2 a 0 no Parque São Jorge contou com um gol de Araken, sendo assim ele o primeiro santista carrasco do clube da capital, precedendo Pelé, Robinho e Neymar. Com a taça, Patusca encerraria a sina de vices em 1927, 1928 e 1929.

A rica história de Araken passa também pela Seleção Brasileira. A primeira edição da Copa do Mundo, em 1930, no Uruguai, teve o meia convocado. O único paulista, ressalte-se. Só foi ao torneio por ter brigado com o clube, inscrito como atleta do Flamengo, pois apenas jogadores de equipes cariocas foram levados pelo técnico Píndaro de Carvalho.

A fartura de feitos dá a Araken um status que o tempo é incapaz de apagar.

* Valdomiro Ferreira Neto, 36, é jornalista e atualmente trabalha como editor do diário esportivo LANCE!. Pai da Beatriz, é apaixonado também por música, cinema e literatura. Expõe seus devaneios no blog Ideias Flutuantes.

Especial sobre Araken Patusca:

Fontes:

– Wikipédia

– globoesporte.com

– terceirotempo.bol.uol.com.br

– acervosantosfc.blogspot.com.br

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s